sábado, 18 de agosto de 2007

Tolerância Zero!!

Em homenagem ao inesquecível Francisco Milani, um apanhado de respostas radicais para perguntas imbecis:

Sujeito no balcão de uma loja de produtos agropecuários:
- Tem veneno pra rato?
- Tem! Vai levar? - Pergunta o balconista.
- Não, vou trazer os ratos pra comer aqui!

No caixa do banco, o sujeito vai descontar um cheque. O caixa pergunta:
- Vai levar em dinheiro???
- Não! Me dá em clips e borrachinhas!

Casal abraçadinho, entrando no barzinho romântico. A pergunta:
- Mesa para dois?
- Não, mesa para quatro, duas são pra colocar os pés.

O sujeito apanhando o talão de cheques e uma caneta. A pergunta:
- Vai pagar com cheque?
- Não, vou fazer um poema pra você nesta folhinha

Sujeito no elevador (no subsolo-garagem). A pergunta:
- Sobe?
- Não, esse elevador anda de lado.

Sujeito na praia, fumando um cigarro. A pergunta:
- Ora, ora! Mas você fuma?
- Não eu gosto de bronzear os pulmões também.

Sujeito voltando do píer com um balde cheio de peixes.
- Você pescou todos?
- Não, alguns são peixes suicidas e se atiraram no meu balde.

Sujeito no caixa do cinema.
- Quer uma entrada?
- Não, é que eu vi essa fila imensa e queria saber onde ia chegar.

Bônus: Essa aconteceu de verdade comigo. Tava comentando com uns amigos sobre a existência ou não do tal peixe candiru, que segundo contam, é capaz de penetrar no canal do pênis, atraído pelo cheiro da urina e uma vez instalado lá, expande as barbatanas e aí, só cortando o pingolim pro cara voltar a urinar. Papo vai, papo vem e um amigo interrompeu:
- Mas peraí. Esse peixe deve ser pequenininho, né?
Aí não resisti:
- Não, na verdade ele é do mesmo tamanho dum pirarucu adulto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Permissão concedida! (Por enquanto...)